sábado, 16 de junho de 2018

Es é um carro e eu mio


ES é um carro e eu mio


Alegria e exultação é uma coisa, pode fazer bem para alma.
Escárnio e zombaria, não.
Respeite teu adversário Autor Reginaldo Afonso Bobato

Exigências de si mesmo


Exigências de si mesmo


Eu sei, e o que sei pode ter levado a minha idade para eu saber, ou seja, 51 anos e dez meses, e este mesmo saber pode ter durado milhares de anos para a humanidade vir, a saber, e que se tem a impressão que já sabia.
O que eu teria sido se nascesse com estes conhecimentos?
A rigor o que eu não teria sido, e saberia que notórias buscas pertencem também ao futuro, e saber sobre o saber é o significado para afirmação da real liberdade, ninguém te terá como injusto, irresponsável, inescrupuloso, negligente, concupiscente, lascivo, libidinoso, perverso, insano e quais adjetivos pejorativos nos fazem refém de um mau  comportamento?
Olhe com prazer teu passado de sucesso, coragem, destreza, ânimo, valentia, firmeza de caráter, ousadia, entusiasmo, boa atitude, agilidade, desenvoltura, intrepidez, bom senso, valor e bravura. Autor Reginaldo Afonso Bobato

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Mil verdades instintivas em poucas verdades


Mil verdades instintivas em poucas verdades

Eu não me arrependo de nada o que fiz, e o que eu fiz foi escrever, e o faço com e por amor desde os meus vinte e nove anos de idade, e não ganhei ainda nenhum centavo com isso, e  continuo a escrever com verdade, em prol da verdade e pela verdade, com ética e com compromisso com a ética e com a moral.
O que fizeram comigo é outra história, e isso ocorreu antes dos vinte e nove anos de idade, o que cabe a mim arrependimento profundo, posto que os erros não fossem meus, mas quem me induziu a errar, era meu corpo que agia, não minhas reais vontades que deveria ter vindas do meu âmago provenientes de explanações científicas.
Se você é pai, eduque teu filho, ensine-o sobre a existência da indução como forma de corrompê-lo, fique atento com quem ele converse, marque seus passos, crie nele uma personalidade que tem responsabilidade social, não em prol do machismo e do feminismo, não em prol da luxúria e da prostituição, pois traumas todos temos uma vez ou outra, mas teu filho saberá pela ciência que  a prostituição e a luxúria são desgraças, e ao saber disso impedirá a reentrância de muitos traumas, até a real possibilidade de manter e de resguardar o bem mais precioso de todos depois da vida, que é a liberdade real.
A prova que eu estou falando e relatando a verdade é que eu me encontro casto desde os meus vinte e nove anos de idade, eu não me arrependo disso, com convicção, não por falta de oportunidades, mas por amor e paixão ao que apregoo,
Preste atenção que masturbação, se realizada em local apropriado, longe de olhares de reprovação e de censura e dirigida ao sexo oposto, não é crime, não é pecado, faz bem a saúde física e mental, pois relaxa o sistema nervoso central e pode levar a pessoa a ter um sono profundo chamado de relaxamento alga, um verdadeiro contato extrassensorial, um transe, posto que fazer sexo sem compromisso  e fora de uma união matrimonial institucionalizada é trauma e pode acarretar complexos de culpa.
Aprender a relaxar para o ato sexual depende de tempo de namoro, pois namoro é uma preparação para o casamento, e envolve compromisso familiar e envolvimento, na maioria dos casos, dos pais do noivos, com conversação sutil. Autor Reginaldo Afonso Bobato


quinta-feira, 14 de junho de 2018

Aborto é um lar morto, revogue a lei que autoriza o aborto, que mesmo com lei que o permite, é um crime hediondo, e o aborto é a inocência da ignorância.


Aborto é um lar morto, revogue a lei que autoriza o aborto, que mesmo com lei que o permite, é um crime hediondo, e o aborto é a inocência da ignorância.


Quantas pessoas que eu poderia dizer que são pensantes para governarem, e fazer a coisa errada?
  Por favor, interprete-me bem, não sou ditador e não quero ser,  mas  é melhor por só um ou uma para governar  para fazer o que é correto e digno e que tenha formação filosófica e anos de vivência com retratos filosóficos da história, que não errou e não errará, e mesmo assim não é fraco, dúbio e errante, que tenha também estudado um pouco de história, e para tudo isso eu dou uma salva conduto à democracia real e de responsabilidade, não à democracia da anarquia e do desrespeito humanitário e suas consequências em razão do ódio que é o ócio.
 Para fazer coisas que são dignas de respeito e de admiração, diga u m não a pratica do aborto e um não profundo ao sexo antes do casamento, é esta a razão maior dos abortos, a maior parte das populações, independente de qualquer etnia, opta pelo aborto como sendo a única saída, mas não é, e o faz por falta de boas informações, e acaba ficando com complexos de culpa e com remorsos.
Tem que puxar na orelha de todos os que governante para não dar razão a apologias e a preconceitos familiares que querem um conforto da alienação, os pais machistas e mães feministas expurgam da sociedade inocentes que não tiveram o direito de nascer de viver para darem provas  que mesmo em drásticas situações podem ser úteis à sociedade que muitas vezes se utilizam de meios escusos para defender o sossego que cega, mesmo que em outras condições  há praticas de adoções. Autor Reginaldo Afonso Bobato

Reflexões


Reflexões


Saberia que sou sem ser e que não seria sendo?
Mas, contudo, não sou o que era não sou mais quem erra, e na busca de longos anos de aprendizado, um único ensinamento pode poupar tua vida de longos e longos anos de sofrimento, dor e penúria.
E o que eles são?
Reflexões profundas até do que eu não seria de fato, sem ser propriamente dito, ao me abster, ao me conter, ao ter percepção do que eu tendo conceitos rejeitaria com eficácia, quer seja, a luxúria e a prostituição, e dentro destes parâmetros conduziria minha vida com real auto-admoestação, ao instante que não seria perdulário, devasso, concupiscente, inescrupuloso, negligente, lascivo, libidinoso, perverso e irresponsável, e seria tudo bem simples se você acatasse somente duas ordenem instintivas, quer sejam, não se prostitua, tanto ativamente como passivamente e não se envolva com a luxúria. /autor Reginaldo Afonso Bobato


segunda-feira, 11 de junho de 2018

Ações profiláticas governamentais


Ações profiláticas governamentais


É Bem verdade que ninguém  se governa, nem o Rei mais poderoso de todos, ele simplesmente faz cumprir a lei que já está escrita , às vezes,  de muitos séculos atrás...
 Existe um ponto de verdade nesta teoria política e nos alertar que um governante, se não tem  conhecimentos de lei, precisa ter uma assessoria jurídica de confiança, desde o mais simples vereador, mas não basta, é preciso conhecimentos filosóficos de essência, como por exemplo não cobiçar a mulher do próximo, não cometer adultério, não ter relações sexuais com prostitutas, não ser leviano, não conspurcar, não denegrir a imagem do próximo, não macular a moral, a ética e os bons costumes, e é preciso saber o que é um bom costume, não ser pervertido, agindo vigilante consigo mesmo muitas leis estarão sendo cumpridas a seu termo num grande raio de abrangência, e honestidade não é somente honestidade com o capital, mas com o comportamento, que tem que ser prudente, cauteloso, sóbrio, brioso e pôr em evidência a guarda de princípios éticos, morais e filosóficos que neutralizam ações dolosas , pecaminosas e delituosas em grau maior.
Mas se tudo isso fosse seguido veementemente, numa maior susceptibilidade, o crime seria reduzido sensivelmente, mas existe omissão, convencimento para o erro que se parece com a retidão, existe a lei que é aceita em muitos países , mas que são crimes, como por exemplo o aborto induzido, existe paradoxo, contradição, antagonismo., comparações, desigualdade social, desequilíbrio social por falta de apoio governamental, conflitos de gerações, atritos entre pais e filhos, libertinagem que se parece com liberdade, livre arbítrio como se estivesse a fazer algo correto, existem também instigações caluniosas, falta de preparação para o matrimônio, não somente concernente a aquisição e manutenção do emprego digno, mas a falta de abrigo (observe uma gestante, mesmo que você afirme que é a apologia ao crime abortar uma criança, mas se esta mulher tiver o mínimo, como por exemplo viver em instalações de república, muitos, muitos abortos seriam evitados, não em razão de uma suposta criminalização deste ato, mas como salvaguarda psicossocial pelo mínimo que ela teria para sobreviver em meio ao caos do desamparo e ao ódio.
Esta mulher estará dividindo seu espaço com mais mulheres até ter condições de poder ser independente financeiramente., ou até mesmo conseguir constituir matrimônio com uma pessoa idônea Autor Reginaldo Afonso Bobato
.
               

Não me leu ao léu


Não me leu ao léu


Eu e Deus somos mais um aldeão e daí então somos mais de um trilhão dos trilhões, o pra sempre será eternizado não tanto pelos números, mas pela qualidade dos leitores que interpretarão os textos profundamente que foram por mim criados.
                Percebo minha existência em muitos, até naqueles que ninguém julgaria.
Percebo minha existência nos marginalizados, nos discriminados, nos drogados, nos separados, nos divorciados, nos anônimos, mas, sobretudo, em quem parou de fumar, em quem refutou as drogas ilícitas com veemência, em quem refutou a bebida alcoólica, em quem meditou, em quem amou, em quem perseverou no amor, em quem sofreu por paixão, em quem saiu da prostituição, em quem saiu do vicio das drogas ilícitas e do tabagismo, em quem simplesmente leu e que mesmo com cruas limitações se enquadrou nas proposições supracitadas que são frutos das virtudes consagradas que geram honra, brio e hombridade, em nome da ética, da moral e dos bons costumes. Autor Reginaldo Afonso Bobato