terça-feira, 15 de novembro de 2016

Cortejo dos campos floridos

Cortejo dos campos floridos


Clamo por ti em derradeiras buscas por mim mesmo no teu mais profundo ser, que me enobrece somente com teus olhares profundos, não há mácula nem pecado em nossa ânsia que desperta um amor franco e verdadeiro, deslumbrante, tua face rosada me faz lembrar versos consagrados a enaltecerem a vida em plenitude nesta terna simplicidade, clamo por ti em desespero e em fatigantes buscas a esta paixão que me dilacera, Mesmo bem longe de ti sinto teu cheiro nato como lírios do campo a espera de mãos cuidadosas para colheita, e este despertar me envolve  por completo e me entrego a ti por inteiro oh princesa dos campos gerais. Autor Reginaldo Afonso Bobato