terça-feira, 25 de abril de 2017

Remorsos

Remorsos                                                                              

     A febre do medo
A angustia do só
Sozinho
Dias paridos com lembranças em vão
Traz me a recordação firme razão
Fôlego com muita emoção
Apalpo as nuvens
Dedos no céu
Bebo água d chuva
Que passa por rios
Lembro uma triste memória

Peso sem igual Autor Reginaldo Afonso Bobato