sábado, 24 de junho de 2017

Universo da paixão


Universo da paixão



A primeira impressão, devoção de anos.

Não me engano você é a razão de conquista que não é efêmera, clamo pelo teu nome pela vida que nele se encerra, me enquadro nesta utopia que é um deslumbre e uma quimera prometida e de intentos profundos, mesmo que eu seja oriundo da dor, intensifico a vontade que me domina, me condiciono a tua maneira de ser, eu prendo-me e me liberto, há um fascínio nos teus olhares e na volúpia que te envolve, na tua compleição que me afaga, me entusiasma, me inebria, e assim, faço parte do universo infinito para ser só teu, dignifico esta franca verdade no teu íntimo, vivo por ela e quase não morro, morro por amor. Autor Reginaldo Afonso Bobato

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Tenha piedade, seja clemente e tenha compaixão pelo e do autismo resolutivo

Tenha piedade, seja clemente e tenha compaixão pelo e do autismo resolutivo


Eu jamais teria sido um soldado, quanto mais um cabo, eu entrei no exército para se um datilógrafo, eu era inofensivo, mesmo que eu adorasse a caserna, a ordem unida e sua hierarquia.
Para ser militar é preciso ser agressivo e controlado na hora certa e ser  candidato a enfrentar uma guerra, revolução ou revolta armada,  por isso os militares eram chamados de guerreiros, coisa que eu não tinha concepção, pois no meu mundo o que existia dalí em diante era o quartel , muita decoreba (assuntos militares teórico-técnicos), marchas e condicionamento físico exigente, havia até manobras militares no meu primeiro ano, para mim.
Armas para mim era somente para enfeite, eu não via e nem sentia perigo algum, eu não tinha medo de morrer, a morte para mim não existia, eu tinha medo do constrangimento, de executar os parâmetros militares, eu me desliguei da instrução teórica que recebi.
Devo crer que todos viviam, eu estava ainda a compreender o meu próprio mundo e me preparando para este mundo que jamais viria a mim mesmo com a mais efusiva instrução militar, posto que fosse somente automação comportamental.

Meus pensamentos procuravam o chão para reflexão, eu não via os olhos de ninguém,  eu não olhava para os olhos de ninguém, somente para a boca e nos cabelos, olho no olho para mim era timidez e agressividade  e tudo que eu acabei de relatar é a verdade, nada mais do que a verdade, sendo a verdade propriamente dita. Autor-decifrador Reginaldo Afonso Bobato

Minha alma morena gentil

Minha alma morena gentil



Tentarão provar o contrário pelo fato de eu ser louro e ter olhos azuis, mas eu amo o Brasil, sobretudo na pessoa da biblioteca nacional do Brasil, é esta biblioteca que registra minhas obras literários, com o rigor da lei e ordem.Autor Reginaldo Afonso Bobato

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Antigas práticas...Antilhas?

Antigas práticas... Antilhas?


Caixa dois, dez por cento para o bolso dos  políticos (dez por cento?), noventa por cento para campanha *sessenta por cento?*, e os sensíveis superfaturamentos vão para aquele que põem a mão na sujeira,  àqueles que fazem o serviço sujo, enquanto isso, a mercê da alienação a população sofre por falta de remédios, de boas escolas e colégios que ensinem valores filosóficos verdadeiros que estão acima destes numerários razoáveis que engambelariam o mais astuto de todos, onde cai veneno no mais saboroso caviar e no mais caro vinho.

Observação – veneno no vinho e no caviar é uma analogia que induz a idéias que após muito prestigio que vem do dinheiro , a pessoa cai nas garras da lei e da ordem, sendo portanto capital engambelador . Autor Reginaldo Afonso Bobato


terça-feira, 20 de junho de 2017

A estação do inverno e dos trens

A estação do inverno e dos trens



Inspiração minha que vem do frio escorrega meu dedos sobre o teclado, nostalgia do inverno em pleno junho me faz ver que entre dilemas e causas me faz gostar desta estação, mas que passe como um trem e que fique memorizada no mais tenebroso calor de verão, para que juntemos nossas mãos e nos preparemos, que Deus nos livre de passar frio por falta de agasalhos e de abrigo, que nossa boa vontade aqueça um estranho, mesmo que ele não mereça aos olhos dos homens. Autor Reginaldo Afonso Bobato

Por favor, valorize




Por favor, valorize


Dou mil voltas em círculos para escrever uma única frase, escrevi  setenta livros para não dar voltas em círculos, e nunca mais é pouco tempo. Autor Reginaldo Afonso Bobato

sábado, 17 de junho de 2017

Crivo literal

Crivo literal



Para toda e eternidade, eu existo para criar uma única frase que ninguém mais irá inventá-la, não é incrível. Autor Reginaldo Afonso Bobato

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Legítima defesa?

Legítima defesa?




Tenha dúvida, não tenha certeza de ter direitos iguais, caso contrário você irá copiar um idiota e daí vai se ferrar, e até você se aprofundar na história dele, se é que você vai ter acesso, estará atrás  das grades com o rigor da lei e da ordem e dos direitos que você não teve, ele sim. Autor Reginaldo Afonso Bobato

Rechaçado com sutileza

Rechaçado com sutileza


Ser pode ser resposta e pergunta, não ser pode ser afirmação.

O trajeto que delineava meu destino pelo objetivo proposto em maior grau vinha de ordens, obedecê-las cegamente era razão maior e única neste raio de abrangência, caso contrário viria a resposta em constrangimento, nem sequer pensava em ser astuto para desviar o itinerário, simplesmente não era do  meu perfil fazer isso, e cada dia um notório esquecimento do dia anterior, e assim longos anos depois viria a sublevação para dar respaldo a discriminação que sofreria conseqüentemente  pelo fato de eu estar completamente sozinho estando acompanhado com o rigor de supervisão e direção para que em via de fato eu não enxergasse com a conivência do grupo em questão.Autor Reginaldo Afonso Bobato

Riachos amargos

Riachos amargos

O fundo do rio segurava palafitas
Um jovem mergulhou
Cólera pegou
Bagres doentes roíam as estacas
Minhocas no anzol
Frutos do rio
Peixes
Um mestre passou
Iemanja homenageou
Atracado
Terno de linho nobre
Um mestre passou
E dizia melodicamente
Filhos das águas
Terra a vista
Chão firme em taboa bruta dizia a carta que fora enviada as costas
Sapos eram os príncipes
O mestre dizia
Não tenho medo das águas de bagres e de sapos
A fome e doença me apavoram
Então a água foi tratada
O jovem curou se
E o mestre pescou
Sereia na rede
Lábios de mel

 Autor Reginaldo Afonso Bobato

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Deus no meu eu

Deus no meu eu



Dose do meu eu cansado, dose do meu eu admirado, dose do meu eu congratulado, dose do meu eu ameaçado, dose do meu eu por inteiro aglutinado à verdade contextual, dose do meu eu regencial, fraternal, espiritual, institucional, constitucional, literal,  eu por inteiro, eu mais eu agora depois de tantos anos passados, eu esquecido, eu admirado, eu lisonjeado, eu no presente, eu no futuro, eu sincronizado, eu computadorizado. Eu mal lembrado? Autor Reginaldo Afonso Bobato

Belas artes

Belas artes



Achei belas artes nas formigas que trabalham e roubam sem saber, no poder de cruza dos quadrúpedes, no sangue que se doa, nos gols de ângulo, na vida noturna dos morcegos, nas multicores dos pássaros, na doação de órgãos, na ordem unida do exército da salvação, nas abelhas que beijam, beijam e beijam as flores e não se prostituem Autor Reginaldo Afonso Bobato

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Acesso e recesso

Acesso e recesso
                      

                       Como se fosse ontem, dar o perdão a si mesmo, antes de reconhecer o erro não é autoflagelo psicossocial, é permitir que a filosofia entre em nossas vidas, algumas vezes marcada por ódio e rancor e não raras vezes sutilmente, sem ser complacente a idéia que fomos estúpidos  sozinhos,  há programação cerebral e bombardeio de influências perversas e perniciosas parecendo inofensivas aos olhos do mais poderoso tribunal de inquirição com conivência do mais poderoso Reinado.
                       Um elo longínquo, provocações, injúrias, calúnias, agressões psicológicas, tudo isso indica que você esta representando promessas.

                        Você está representando promessas psicofilosóficas, acalme-se então e não se mate e não se martirize, não sofra com pessoas mesquinhas e hipócritas, invejosas, contraditórias, paradoxais e antagônicas, tua defesa pode ser todo um livro, ou uma única frase, que te diz para se amar, e amor é respeito e admiração e muito o que se aprender. Autor Reginaldo Afonso Bobato

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Reais desígnios institucionais

                                                                 Reais desígnios institucionais  


Não põe palavras em minha boca, ainda mais se forem devassas, lascivas e libidinosas, e que eu guarde então o silêncio para revelar em transcrição a sabedoria como salvaguarda institucional Autor Reginaldo Afonso Bobato.

Eu, Reginaldo Afonso Bobato em 2009

Esta foto eu tirei quando eu lancei o livro intitulado Cartas ao paraíso, livro este lançado em 2009. Publiquei por intermédio da editora Corpos de Porto-Portugal  dois livros, Cartas ao paraíso e Diálogo dos deuses. Estou prestes a publicar mais um livro por intermédio desta editora, livro este que contém 1446 provérbios criados por mim, intitulado Provérbios criados por mim, provérbios Naldistas. Naldo é meu apelido familiar.  Para se adquiri o livro Cartas ao paraíso e Diálogo dos deuses, acesse WWW.worldartfriends.com
Eu, Reginaldo Afonso Bobato em 2009www.worldartfriends.com

Saber se antecipar

Saber se antecipar


Que o saber filosófico  seja razão de existir, saber, sim, saber sapiencial , para que o saber jurídico não te destitua te denigra, te difame.
Queira o saber sapiencial mais do que ouro, é o sábio saber que te livrará da peste perniciosa, do engodo e do laço do passarinheiro.
Tenha certeza de querer o saber psicofilosfico, de saber querer o saber como verdade suprema e como veredicto institucional. Autor Reginaldo Afonso Bobato


terça-feira, 6 de junho de 2017

Cultos e sensíveis e delicados?

Cultos e sensíveis e delicados?


Quando eu era criança, não me tratavam como criança.
Por que agora querem me tratar como criança?
Tudo indica que são sentimentos ocultos. Autor Reginaldo Afonso Bobato


segunda-feira, 5 de junho de 2017

Quase calado

Quase calado


Faço poesias irrequietas quase caladas prontas para serem recitadas com ansiedade, há mundos em mim que não são comensuráveis pelo poder econômico, mas pelo caráter de evocação à retidão, buscá-las é o limiar da cura         que eu julgaria não ser preciso, não só em você, em mim, do meu mais profundo ser, há quero ser e ter uma dose significativa da realidade que é ler o que não está escrito e vivenciar cada verso com infinita imaginação...

São quimeras de sonhos idealizados com o rigor da filosofia, e as letras que se deixam ler e reler configura a essência de meticulosa sapiência não notada pela mais renomada corte, há soberba que impede esta visão. Autor Reginaldo Afonso Bobato

Uma foca é só?

Informação é como água, é preciso filtrá-la ou ferve-la para beber, caso contrário não passará de fofoca e intriga. Autor Reginaldo Afonso Bobato











q

Analogicamente somos animais, por vezes

Uma águia segue seu vôo, olha pra frente, não olha pra trás, nem dos lados, ela segue seu líder, e se está no meio do bando tem visão periférica do bando. Autor Reginaldo Afonso Bobato

domingo, 4 de junho de 2017

Honra não é pretexto

Honra não é pretexto



Pense, diga e reflita, que fiquem mil mulheres a minha esquerda e mil a minha direita, eu não serei assediado, tanto eu como elas valorizamos a honra, a moral e os bons costumes e que ninguém caia pensando o contrário e assim seja. Autor Reginaldo Afonso Bobato

sábado, 3 de junho de 2017

Ber (lim(a)) é um curso

Ber (lim(a)) é um curso



Puberdade, um professor te dirá, eu pus, é um curso e são os dados, não os comprados. Autor Reginaldo Afonso Bobato

Fado do favo


Fado do favo  
A realidade pode ser bela
E favo é ela
A descrever cordiais viagens ao ego
Digo que sou carente
E então beijos vigiarão meu sono
Abraços me darão consolo
Terna nostalgia será por vezes lembrada até com o clarear do dia
E as fábulas serão refúgio dos sonhos
Que acalentam a alma
Traz sorte e clama à calma
Nos dias de aflição será notório
O encontro e a procura de si mesmo
No outro que busca compreensão e alívio para as dores. Autor Reginaldo Afonso Bobato




Seletas proposições linguísticas

Seletas proposições linguísticas


A percepção, em maior escala vem de concepção, atrelada a este fato a vida pode ser bem vivida, vívida e ávida...
 Não é propriamente o capital cru que cria personalidade ao homem, mas as informações que se restringem ou se estendem de acordo com contextos variados.
Portanto, a busca por valores filosóficos deve vir de berço, pois nem sempre vem de talento, posto que este se encontre na maioria das vezes lento, mesmo que notório. Autor Reginaldo Afonso Bobato


sexta-feira, 2 de junho de 2017

Cem juras

Cem juras

( C )aula (R) censurada

Então o inverno chegou, visto uma blusa, calor que me rodeia, com o sol a brilhar sobre nossas cabeças, e teus caprichos, chamas que verão, quedas do outono, o perfume da primavera, e a condenação por desejos quase proibidos.
A fúria da ventania, que aumenta as labaredas das caieiras  de junho, e juro, pois sou eterno, para sentir o calor de teus lábios rosados, que tremem, temem.
 Qual proibição me faria evitá-los?

Força que  da forças a uma fraqueza que se entrega a doces olhares de juras marcadas.Autor Reginaldo Afonso Bobato

Em prol das palavras de sabedoria

Em prol das palavras de sabedoria



Vou escrevendo e dou destino às palavras, e estas palavras dão um destino a mim, sim, são palavras que nos dirigem, nos emocionam nos libertam, nos prendem, nos apreendem, comungam e conjugam o ser bem mais do que ter, ter aptidão para ter e ser, sim são palavras que delineiam a conduta profética e profilática, são palavras que nos levam e no trazem nos conduzem à luz da luza, da lua, da tua vontade de encontrar nela concepção, quando um pai lavra, palavra das palavras, consciente palavra, meticulosa razão de existir pela palavra, com a palavra e em prol da palavra, palavra de sabedoria, e se não for assim deste jeito, palavras matam, separa, maltratam e corrompem, abandonam, dilaceram, nos aprisionam, nos matam, nos torturam, nos incriminam, nos indiciam. Autor Reginaldo Afonso Bobato

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Setenta livros que eu escrevi para você dizer um não profundo à luxúria e à prostituição.

Setenta livros    que eu escrevi para você dizer um não profundo à luxúria e à prostituição.


Milhares de livros escritos, só uma frase já seria o suficiente, não se envolva com a luxúria e com a prostituição,  mas não é...
Apresentam-te várias mentiras que se parecem com verdades e que são delícias mundanas, e os intentos é causar nulidades institucionais variadas, e mesmo que se apresentem aparentemente bem sucedidos nestes enlaces, com você não será o mesmo, e você pode ter certeza disso, pois te chamarão de mau caráter, aproveitador, lascivo, libidinoso, perverso, irresponsável, inescrupuloso, tudo o que o homem mais vil de todos não é chamado, e toda defesa advocatícia será em vão, corre então o risco de perder tudo, inclusive tua liberdade e até tua vida, portanto, não deixe ninguém te molestar (mole é star). E é mole? Os desejos devem vir do fundo da alma, não de molestamentos (mole) Autor Reginaldo Afonso Bobato