sexta-feira, 3 de março de 2017

Quando o autismo cessou...

Quando o  autismo cessou...


Um pode ser cem ou mil, mesmo estando só e pode ser um poderoso tribunal.
 Justa é a ideia de pensar assim antes de qualquer ação, evitaria desta forma desfechos trágicos inimagináveis como forma de se averiguar que o poder pode estar numa pessoa franzina se ela resolve delatar ou registrar queixa sobre algum episódio que foi vítima de crime, desde que não seja perjúrio ou ato recíproco para angariar proveito da situação se fazendo de fraca. Autor Reginaldo Afonso bobato