sábado, 4 de fevereiro de 2017

Amor! Do início ao fim...

Amor! Do início ao fim...


O tempo encontrou nuances para passar, mas não passou...

 O que marcou ficou cravado em minha alma cansada ao divagar sobre qual existência não percebera minha vontade de viver além do que penso e reflito, e outrora a vigiar os acontecimentos, ali, lá e no âmago meu cumpro a verdadeira noção de prudência quase parecida com um temor inigualável de ser feliz ao amar simplesmente sendo simples, mas não, não existe nada mais complexo  então quando surte uma imensa vontade de valorizar este sentimento tão autêntico que é o  amor, que vigia, cuida, protege, ensina e persevera , e a ânsia do encontro se perpetua a cada instante, mesmo que  seja dilema, causa, objetivo de tudo.Autor Reginaldo Afonso Bobato