quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Quando ela fitou meus olhos

Quando ela fitou meus olhos


Seus olhares azuis profundos quando fitaram os meus envolveram minha alma, eu teria que naquele instante decifrar o que eu sentira e descrever todo contexto filosófico que jamais foi revelado por falta de palavras e que era sobressalente nesta terna simplicidade.
                A essência da vigência da dor do amor quando se perde uma grande paixão, é difícil revelar o que eu seria, o que eu lhe diria, quanto medo, quanta coragem eu teria.

                               Uma história, isso mesmo, o que um homem precisa é de uma história e ter álibis para levá-la adiante, e um dia atrás do outro uma tênue condição de querer ser Deus para tua mulher amada, decifrá-la, fazê-la rir, fazê-la chorar de emoção, lágrimas sobre lágrimas pel que custou esta conquista, luta, bravura e ternos gestos, lúdicos acontecimentos e esta incrível sensação que existimos, de fato.Autor Reginaldo Afonso Bobato