terça-feira, 22 de novembro de 2016

Alma pura e a alma cura-se

Alma pura e a alma cura-se


Duas teorias amargas me deixam triste. Uma é tentar ser amado somente em razão do dinheiro e de classe social, outra em razão somente da raça.
                É possível ser amado pela classe social, mas com estudos científicos de natureza filosófica.
                É possível ser amado pela raça, mas com estudos científicos de natureza filosófica.
                E o que são estudos científicos de natureza filosófica?
                É amar a si mesmo e dizer não ao coito, amar a si mesmo para dizer não ao coito e não ser afoito, pois coito é coisa de coitado, ela foi e é um fado, foi aonde?
                Aos tribunais a favor do perjúrio, e um só ato pode bloquear toda existência da pessoa e porá provas que sua etnia é fraca e vulnerável e que sua classe social somente pensa em sexo e em dinheiro, e que é um mundo de luxúria e do pecado.
                Parece simples refutar influências perversas e perniciosas que se parecem com oportunidades inebriantes. Mas não é simples.
                Dirão em tom veemente, aproveitemos a vida que é curta, nos embriaguemos com  o vício, nos envolvamos com as delicias de belas mulheres, temos e é o que nos basta.
                Perde-se tudo então, e por quê?
                Por causa dos sentimentos vis que existe em todo ser vivo, quer seja, inveja, cobiça, ganância, prepotência e ao se ver livre destes sentimentos vis muitas leis estarão sendo cumpridas a seu termo, caso contrário corre-se o risco de perder tudo, inclusive sua vida e liberdade, mesmo que se apresente vários e fartos exemplos de aparentemente bem sucedidos nestes enlaces, toda defesa do mundo será pouca, posto que é preciso  ter visão e agir com antecedência para não ser acusado de mau caráter, por ter mais de uma  mulher, lascivo, libidinoso, astuto, inescrupuloso, perverso, irresponsável, e principalmente alienado. Autor Reginaldo Afonso Bobato