sábado, 15 de outubro de 2016

Omissão é omissão quando se sabe e não se pronuncia em tempo hábil

Omissão é omissão quando se sabe e não se pronuncia em tempo hábil Seria como aviso, seria até antes do aviso, mesmo que o aviso desperta suspeita que você faria o que é suspeito., peça por aviso, impetre alertas, viva de prontidão, o que mata e conspurca é o papel e também sua falta, logre atenção para isso que sucinta averiguação profunda, tudo ou nada, não era para entre um milhão de artigos, leis, um labirinto literal, e um só ato e seu impedimento todo direito do mundo sendo cumprido ao ser termo, e nada mais a temer com tudo a temer, masmorras fétidas e fedorentas, repletas de ratos e baratas, mentes perversas, traidores e fiéis do que, saber com antecipação é saber de onde veio a falta do saber, a omissão e o crime passivo de vinganças sem sentido com análises cruas e superficiais, onde todos queriam de inocente tamanha crueldade? Autor Reginaldo Afonso Bobato